até doi

segunda-feira, julho 19

passado presente


precisava de algo novo quando o viu e sentiu o aperto, não estava a espera, e encarou-o como uma facada fora de tempo. queria tanto o passado, mas não podia depender dele outra vez, então revirou o sentimento e aconchegou-se no quarto escuro, repleto de monstros do passado.

1 comentário:

InesSofia disse...

bem sofia, sem dúvida que a tua qualidade de escrever é fantástica .